Retorno das aulas presenciais é confirmado para o dia 26/07

Decreto do prefeito Zequinha estabelece regras para retomada do ensino em sala de aula na rede pública e particular

Por Redação 16/07/2021 - 09:06 hs


As aulas presenciais nas redes públicas e privadas de Barra Bonita serão retomadas no próximo dia 26 de julho. Após 16 meses de paralisação o Poder Público Municipal decretou o retorno, desde que observadas as regras e medidas previstas Plano de Contingência, conforme o Plano São Paulo e do Protocolo Sanitário do Município.


O decreto do prefeito Zequinha Rici foi publicado nesta sexta-feira (16/07) após parecer favorável das Vigilâncias Sanitária e Epidemiológica, Conselho Municipal de Educação e

Secretaria de Saúde.


As escolas devem respeitar alguns parâmetros durante as aulas, como manter a distância mínima de 1,5 m entre pessoas em todos os ambientes, inclusive naqueles de acesso comum (como pátios e áreas externas)


O planejamento das atividades estará em conformidade com a capacidade física da unidade escolar, admitindo-se o escalonamento de horários de entrada, saída e intervalos para evitar aglomeração.


Para retomada das atividades presenciais, os estabelecimentos de ensino deverão cumprir todas as regras constantes do Protocolo Geral elaborado pela Secretaria Municipal de Saúde, disposto no Decreto, bem como os protocolos sanitários disponíveis no site eletrônico

www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/planosp e nas regulamentações expedidas pelo Governo do Estado de São Paulo.


O retorna as aulas presenciais será de total critério e escolha dos pais ou responsáveis, as instituições de ensino estarão oferecendo o ensino híbrido aos alunos. Manter as aulas pela ‘internet’ e presenciais.


Resolução da Secretaria de Educação de Barra Bonita determina que os professores da rede pública que estiverem em regime de teletrabalho deverão cumprir sua carga horária ou jornada de trabalho integralmente. Devem cumprir em regime presencial após aplicação da segunda dose, ou dose única de vacina para Covid19 e decorrido o prazo de 14 dias de

imunização.


Os professores que ainda não estiverem imunizados pela vacina, poderão participar das atividades presenciais, caso seja seu desejo, mediante ofício de solicitação protocolizado na unidade escolar.